O empresário de Éder Militão revela que o central escolheu o FC Porto, quando tinha oportunidade de rumar a outros destinos. Ulisses Jorges acredita que a época está a provar que o Dragão foi aposta ganha.

O agente do defesa portista dá o exemplo do caso de Casemiro, que foi vendido pelo Real Madrid ao FC Porto e, no Dragão, valorizou-se ao ponto de regressar aos "merengues" e afirmar-se como peça fundamental na conquista de três Ligas dos Campeões consecutivas. "Com o Éder acredito que será igual", afiança Ulisses Jorge, justificando a aposta pelo FC Porto:

"Quando o Éder estava no Brasil, tivemos a oportunidade de escolher e escolhemos o FC Porto. É um clube de muito gabarito, um dos melhores a formar jogadores na Europa e campeão de Portugal. Foi com essas premissas que nos decidimos e está provado que foi a decisão mais acertada."

Não é só o Barcelona. Vários grandes europeus têm sido apontados como interessados em contratar Éder Militão, como Manchester United e Chelsea. Ulisses Jorge revela que "todos esses clubes já tinham interesse" no central quando este estava no São Paulo. Contudo, desde que o jogador rumou ao FC Porto, "ninguém contactou" o seu empresário.

"O Éder está muito tranquilo, está feliz no FC Porto e não tem cabeça para pensar em mais nada que não seja no FC Porto. Foi recebido como um príncipe, adora o clube e, neste momento, não pensa em mais nada que não seja em triunfar na Liga dos Campeões, no campeonato, na Taça da Liga, na Taça de Portugal e, tão jovem, tentar o título ao serviço do FC Porto. Esse é o grande objetivo dele", assegura Ulisses Jorge.

Qualquer clube atrás de Militão ver-se-á de caras com um contrato com o FC Porto até 2023 e cláusula rescisão 50 milhões de euros.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.